Thursday, May 30, 2013

ASSISTENTE PESSOAL

Conto de Gabriela Ventura

                       Bom começando a contar minha história quero deixar aqui registrado que só tenho conhecimento prático do assunto há pouco tempo por isso não estranhem como vou contar o que me aconteceu.

                        Chamo-me bruna e sou uma moça rica de uma família tradicional e por isso talvez nunca tenha encontrado minha verdadeira vocação nesta vida na minha infância sempre tinha tudo na adolescência mesma coisa inclusive certos exageros digamos assim mas sempre com muita liberdade até chegar aos 20 anos de idade e meu pai começar a notar que eu ainda não tinha encontrado um rumo na vida pois ja não era mais uma adolescente e precisava decidir o que fazer da minha vida:ou me casava com um herdeiro de outra fortuna e teríamos filhos milionários ainda mais ou fazia alguma faculdade pra "tocar" os negócios da família ou ainda simplesmente fazia uma faculdade e tinha uma profissão que me desse o sustento então decidi pela segunda opção.

                        MAL SABIA EU O QUE ME ESPERAVA.

                        Fui começar um curso de administração e precisava estagiar então nada mais natural do que trabalhar com meu pai na empresa da família. Porém os trabalhos que ele me passava era de uma secretária e não de uma aprendiz de administradora então começamos a discutir e ele sempre me falava em responsabilidades e tudo mais até ai tudo normal até um dia em que me meti numa reunião importantíssima de negócios e atrapalhei legal o assunto e depois que os investidores foram embora ele me disse uma coisa que nunca tinha falado antes:

                        -Mais uma dessas e eu vou te castigar como nunca fiz sua garota irresponsável!

                        Não levei a sério na hora mas depois pensei melhor e achei que o castigo seria tirar o meu cartão de crédito,tirar o motorista,me proibir de ir nas baladas,enfim qualquer coisa menos AQUILO.

                        Se passaram 2 semanas depois do primeiro incidente e eu estava indo bem no escritório foi quando meu pai chamou todo mundo pra uma reunião e explicou que um grupo de investidores iria passar pelo escritório pra assinar um contrato milionário na manhã seguinte e que nada podia dar errado.

                        Mas eles só estariam na cidade um dia ou seja no dia seguinte portanto se não assinassem o contrato a empresa perderia dinheiro.

                        E lá fui eu fazer besteira de novo!na dita cuja manhã seguinte o tal contrato por obra do destino veio parar nas minhas mãos e eu acabei derrubando café nele,depois tentei limpar mais sujou mais tentei tirar um xerox mas sujei a máquina que acabou estragando resumindo:os empresários não assinaram o contrato,xingaram o meu pai de incompetente e foram embora irritados.

                        Meu pai ficou perplexo o dia todo mas no meio da tarde olhou as câmeras e me viu fazendo minhas trapalhadas então teve uma ideia:

                        Ligou para minha mãe mandou fazer compras no shopping mais longe,mandou meu irmão treinar polo no clube mais caro e deu folga para os empregados.

Era 3:00 da tarde e ele já estava indo embora e claro me dando uma carona.chegamos em casa e estava tudo silencio eu só ouvi o trinco da porta da frente sendo fechado a chaves por meu pai e aquilo me deu um nó na garganta então ele começou a falar:

                        -Sua irresponsável!achou mesmo que não ia ver as suas trapalhadas? Isso que dá mimar os filhos mas agora isso acabou...

                        Ele mal terminou de falar e me puxou para o seu colo de bunda pra cima e arriou minhas calças e calcinhas para logo começar as palmadas...palmadas essas que eu nunca tinha levado e agora estavam esquentando meu bumbum,meu pobre bumbum branquinho e bem malhado agora estava sendo severamente castigado com a mão dura de meu pai...

                        Ele me puniu durante meia hora calado sem dizer uma só palavra e depois que terminou mandou me levantar de seu colo e disse com voz mais tenra e suave:

                        -Minha filha deves aprender que no mundo dos negócios vale tudo MENOS PERDER DINHEIRO!!!!!!!! Por isso te castiguei hoje porque o contrato que perdemos hoje por sua causa nos custou milhões, mas espero que você tenha aprendido a lição?

Respondi afirmativamente com a cabeça pois estava muito envergonhada por estar pelada da cintura pra baixo visto que sempre foram os empregados que trocaram minhas fraldas.acho que meu pai nunca tinha visto meu corpo assim.

Terminado tudo isto fui para meu quarto refrescar meu bumbum numa banheira de água gelada em meu quarto e pensar bem no que disse meu pai...

O restante da semana foi normal mas ninguém mais tocava no assunto do contrato perdido la na empresa.segui com minha carreira de administradora e hoje estou me formando com ótimas notas e um cargo garantido na empresa da família mas sem esquecer do que diz o meu pai:

-NÃO PERCA DINHEIRO SENÃO PERDERÁS POR UNS DIAS TAMBEM A CAPACIDADE DE SENTAR como daquela vez...

E assim sei que serei uma ótima dona de empresa um dia!

1 comment:

corcovado jatinho said...

Porque vc. nao fez xixi no colo dele:-D